Parto

Entenda as diferenças entre os tipos de parto

pregnant-1245703_1920O parto é um dos momentos mais esperados durante a gravidez. Ele que vai trazer o seu bebê ao mundo, permitindo que você conheça o pequeno ser que gestou e tanto esperou.

Especialmente o último trimestre da gestação pode ser marcado por muita ansiedade. Afinal, cada parto é único e, por mais que a gente se informe e tente se preparar, o momento sempre envolve uma boa dose de surpresa.

Veja também: o que é um plano de parto e como fazer o seu

E na busca por informação é muito comum as mães se depararem com diferentes termos: parto natural, parto humanizado, parto domiciliar e por aí vai. Mas afinal, o que é cada um dos tipos de parto? A gente ajuda a entender:

  • Parto normal: é quando o bebê nasce pela vagina da mãe. O parto normal pode envolver procedimentos como: uso de ocitocina (hormônio que estimula o trabalho de parto), anestesia e episiotomia (corte no períneo feito com o objetivo de facilitar a passagem do bebê). Entre as vantagens do parto normal estão a rápida recuperação, o baixo risco de infecções e menor índice de complicações respiratórias para o bebê.
  • Parto natural: pode ser confundido com o parto normal. No entanto, a principal diferença entre os dois é que no parto natural não são realizadas intervenções com medicamentos e procedimentos, como, por exemplo, a episiotomia. O parto normal pode acontecer tanto no ambiente hospitalar quanto em casa, com o devido acompanhamento.
  • Parto humanizado: coloca o bem-estar da mãe e do bebê em primeiro lugar, dando autonomia para que a mulher decida como quer parir. No trabalho de parto, ela se movimenta, pode ter ajuda de uma bola de pilates para aliviar as contrações, se alimenta e escolhe a melhor posição. Tudo isso com suporte e apoio da equipe médica. Se a gestante desejar, a luz do ambiente também pode ser reduzida, bem como uma trilha sonora pode embalar o nascimento. Muitas mulheres que optam por um parto humanizado contam com a ajuda de uma doula, que dá suporte físico e emocional para a mãe. Também pode acontecer tanto no hospital quanto em casa.

child-1283178_1920Veja ainda: as posições de parto e as vantagens de cada uma delas

Sobre a diferença entre parto hospitalar ou domiciliar, a principal diferença é em como a mulher se sente em cada um dos espaços. Se a gestação é saudável e considerada de baixo risco, o parto domiciliar pode ser uma opção a ser avaliada com a equipe. No entanto, cabe destacar que não são todos os profissionais que aceitam participar de um parto domiciliar e a alternativa geralmente envolve custos particulares.

Independente da escolha da mulher, é importante que ela mantenha uma comunicação próxima da equipe médica, para destacar seus desejos e se sentir segura. Além disso, busque o máximo de informações possíveis para se preparar. Assista vídeos de parto e leia diferentes relatos. Isso pode contribuir no processo de empoderamento para o tão sonhado parto.

Ananda Etges

Jornalista e projeto de mãe de dois, o Vítor e a Clara. Mora em Liverpool/Inglaterra com a família e trabalha home office com a loja mais linda do mundo: a BB + Lindo.