Alimentação saudável

Introdução alimentar tradicional x BLW: o que muda?

Você conhece o BLW? A sigla refere-se ao Baby Lead Weaning, um processo de introdução alimentar que sugere que os pais ofereçam os alimentos em pedaços maiores para o bebê tocar, experimentar e descobrir texturas e sabores.

Confira também: Introdução alimentar usando o método BLW

A nutricionista Lilia Grazziotin, autora do Pratinho do Bebê, um livro digital com cardápios e receitas para a Introdução Alimentar Participativa, explica: “O BLW preconiza a introdução alimentar gradual e natural da alimentação complementar, onde o bebê se alimenta sozinho desde o princípio”.

A profissional completa: “O método prioriza a autonomia do bebê, acompanhando sempre o seu desenvolvimento. Nele a mãe ou o cuidador é o facilitador e responsável pelos alimentos oferecidos. Ao bebê cabe escolher dentre as opções qual vai levar a boca e o quanto vai comer, além de decidir quanto tempo vai levar para comer”.

Sendo assim, o BLW acaba sendo uma forma diferente de conduzir a introdução alimentar dita tradicional, que parte de sopas e papinhas. Confira algumas outras diferenças entre as possibilidades:

child-1566470_1920BLW
– O bebê come com as mãos
– Geralmente a sujeira é maior
– O bebê controla diretamente a quantidade de alimento que vai comer
– Além de conhecer diferentes sabores, a criança também explora cores e texturas
– Mais fácil para os pais, que não precisam necessariamente preparar alimentos exclusivos para o bebê


Introdução alimentar com papinhas

– O cuidador oferece o alimento com colher
– A sujeira na hora de comer é mais “controlada”, digamos assim
– A quantidade de comida é gerenciada mais diretamente pelo cuidador
– Os sabores se misturam, em caso de papinhas com diferentes alimentos
– Exige maior dedicação no preparo de um cardápio direcionado para a criança, diferente do cardápio da família

O que é importante mencionar é que independente da escolha de introdução alimentar, ela só é recomendada a partir do sexto mês de vida do bebê. Até os 6 meses a indicação é de aleitamento materno exclusivo ou de leites especiais, em casos específicos.

Outra dica que vale para introdução alimentar de modo geral é atenção nos temperos! Evite muito sal, açúcar e também fique atento na quantidade de óleo.

Ananda Etges

Jornalista e projeto de mãe de dois, o Vítor e a Clara. Mora em Liverpool/Inglaterra com a família e trabalha home office com a loja mais linda do mundo: a BB + Lindo.