Parto

Música no parto: playlist para receber o seu bebê

A música no parto pode ser um excelente recurso para que a grávida consiga relaxar e se entregar ao trabalho do parto. Cada contração é um momento mais perto daquele encontro inesquecível que está para acontecer com o seu bebê.

E para embalar a fase de espera e o parto em si, preparamos uma playlist com músicas relacionadas ao nascimento e aos filhos.

Música no parto

– Oração ao tempo, Caetano Veloso

“És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo, tempo, tempo, tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo, tempo, tempo, tempo”

– 9 meses, Bárbara Dias

“Oitavo mês aguenta
Que eu já to chegando
Só quero um jeito de te encontrar”

– De janeiro a janeiro, Nando Reis

“Mas talvez você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor não será passageiro
Te amarei de janeiro a janeiro
Até o mundo acabar”

– As coisas tão mais lindas, Nando Reis

“Entre as coisas bem-vindas que já recebi
Eu reconheci minhas cores nela então eu me vi”

– Pra você guardei o amor, Nando Reis e Ana Canãs

“Pra você guardei o amor
Que aprendi vendo os meus pais
O amor que tive e recebi
E hoje posso dar livre e feliz
Céu cheiro e ar na cor que arco-íris
Risca ao levitar”

– O segundo sol, Cássia Eller

“Quando o segundo sol chegar
Para realinhar as órbitas dos planetas
Derrubando com assombro exemplar
O que os astrônomos diriam
Se tratar de um outro cometa”

– No Recreio, Cássia Eller

“No meu coração, fiz um lar
O meu coração é o teu lar
E de que me adianta tanta mobília
Se você não está comigo
Só é possível te amar
Ouve os sinos, amor
Só é possível te amar
Escorre aos litros, o amor”

– Reconhecimento, Isadora Canto

“É como se eu tivesse
Esperado toda vida pra te embalar
É como se eu tivesse
Esperado toda vida pra te embalar”

– Nascer, Isadora Canto

“É a hora esperada, vamos nos conhecer
Vou olhar em sua alma e amar-te ainda mais
Agora quero ver você nascer
Agora somos eu e você”

– Mãe, Isadora Canto

“No dia que eu te senti
Bailando dentro de mim
Borboletinha assim
A vida se coloriu
Como ninguém mais viu
E o céu então se abriu”

– Debaixo d’água, Maria Bethânia

“Debaixo d’água se formando como um feto
Sereno, confortável, amado, completo
Sem chão, sem teto, sem contato com o ar”

– Oração, A Banda Mais Bonita da Cidade

“Cabe o meu amor
Cabem três vidas inteiras”

– Anunciação, Alceu Valença

“Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais
Tu vens, tu vens
Eu já escuto os teus sinais”

– Casa pronta, Mallu Magalhães

“Vem pra perto de mim
Já cansei de esperar
Você nem vai acreditar
Quando vir a nossa casa pronta”

– Trem Bala, Ana Vilela

“Segura teu filho no colo
Sorria e abrace teus pais
Enquanto estão aqui
Que a vida é trem-bala, parceiro
E a gente é só passageiro prestes a partir”

– Clareana, Joyce

“No sol de manhã
Novelo de lã
No ventre da mãe
Bate um coração”

– Acabou Chorare, Novos Baianos

“Talvez pelo buraquinho, invadiu-me a casa, me acordou na cama
Tomou o meu coração e sentou na minha mão”

– Guardian, Alanis Morrisete

“Eu serei sua defensora por toda a vida, como sua guardiã
Eu serei sua guerreira protetora, sua primeira direção
Eu serei o seu anjo de plantão, eu estarei sempre alerta
A maior de todas as honras, ser como sua guardiã”

– God made you (beautiful), Beyoncé

“Quando você nasceu
Os anjos suspiraram encantados
Eles nunca pensaram que poderiam ter uma visão tão bela”

– Remedy, Adele

“Quando a dor cortá-lo profundamente
Quando a noite o impedir de dormir
Basta olhar e você vai ver
Que eu vou ser o seu remédio”

Ananda Etges

Jornalista e projeto de mãe de dois, o Vítor e a Clara. Mora em Liverpool/Inglaterra com a família e trabalha home office com a loja mais linda do mundo: a BB + Lindo.