Amamentação

Outubro Rosa: um mês para falar sobre prevenção

Prevenção é uma palavra muito importante quando o assunto é câncer de mama. Por isso, acaba sendo um dos principais pontos que marcam o movimento do Outubro Rosa, que visa chamar a atenção para o tema e a saúde da mulher.

No Brasil, a expectativa é de aproximadamente 60 mil novos casos de câncer de mama apenas em 2016. O tipo de câncer é causado pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Um dos fatores de risco para o seu desenvolvimento é a idade. Cerca de 4 em cada 5 casos surge após os 50 anos.

Cabe destacar que quase 30% das incidências podem ser evitadas com alguns hábitos saudáveis, que também ajudam na prevenção de uma série de outras doenças.

Prevenção:
– Prática regular de atividade física
– Alimentação saudável
– Peso corporal adequado

Além disso, a amamentação também é considerada uma forma de prevenção. Isso mesmo! Pesquisas indicam uma possível relação entre o número de gestações e o tempo de amamentação com um menor risco para a doença. A explicação seria pela quantidade de hormônios femininos que a mulher é submetida ao longo da vida.

banner-para-blog-ebook-2

Sinais de alerta!

Além da prevenção, é fundamental que as mulheres estejam atentas para alterações mamárias, o que pode ajudar no diagnóstico precoce da doença e contribuir no tratamento. Confira alguns sinais de alerta que devem ser observados e, se necessário, avaliados por um profissional da saúde.

– Caroço endurecido, geralmente indolor
– Pele da mama avermelhada ou com aspecto de casca de laranja
– Alterações no mamilo
– Pequenos nódulos na região perto da axila ou no pescoço
– Saída espontânea de líquidos dos mamilos

Fonte:
Inca
Outubro Rosa
– BBC

Ananda Etges

Jornalista e projeto de mãe de dois, o Vítor e a Clara. Mora em Liverpool/Inglaterra com a família e trabalha home office com a loja mais linda do mundo: a BB + Lindo.