Desenvolvimento infantil, Educação

Terríveis 2 anos: salve-se quem puder

Seu filho de 2 anos anda cheio de vontades e caprichando quando o assunto é birra e chororô? Calma! Você não está sozinha. Trata-se da fase conhecida como terrible 2, ou, em português, os terríveis 2 anos.

Ela começa por volta dos 18 meses e pode se estender até os 4 anos. A criança passa a se perceber como indivíduo, com desejos e preferências. No entanto, ainda não sabe se expressar com clareza, nem lidar com frustrações. Por isso, explosões de raiva podem acontecer, o que deixa os pais aflitos e sem saber o que fazer.

O primeiro ponto para lidar com a situação é entender que é algo natural e que faz parte do desenvolvimento da criança. Cabe aos pais ajudar na compreensão e isso deve exigir uma dose extra de paciência. Algumas outras dicas podem ajudar:

portrait-317041_1920– Acredite no poder da empatia: tente se colocar no lugar do seu filho e converse com calma e atenção. Procure-se abaixar na altura dele e fale olhando nos seus olhos.

– Dê opções: muitos embates podem ser resolvidos com a estratégia. Ao invés de dizer: você vai tomar banho e depois lanchar, experimente perguntar o que a criança gostaria de fazer primeiro. Isso valoriza a opinião dos pequenos e ajuda a evitar conflitos simples que fazem parte da rotina.

– Fuja das palmadas: bater não vai resolver o problema e nem ajudar na compreensão. Por isso, o melhor caminho é a paciência. Nos ataques de birra, o melhor é se afastar por um instante, deixando a criança se manifestar e desabafar. Depois, acalme-a e apenas quando ela estiver melhor aproveite para conversar.

Importante observar que a fase não necessariamente é tão terrível assim. É um reflexo da autonomia e do crescimento. Por isso, deve ser entendida de uma forma positiva, por mais que represente um desafio para os pais que acabam lidando com chiliques e conflitos constantes. Seu filhote está se descobrindo e isso deve ser encarado como algo importante para o seu desenvolvimento.

Ananda Etges

Jornalista e projeto de mãe de dois, o Vítor e a Clara. Mora em Londres com a família e trabalha home office com a loja mais linda do mundo: a BB + Lindo.